Destaque, Negócios, Varejo

O mix de produtos ideal para aumentar as vendas em Minimercados

O mix de produtos ideal para aumentar as vendas em Minimercados

Agora temos artigos em formato de áudio! Aperte play, ouça e acompanhe o nosso conteúdo! Aproveite e faça o download dos que mais te interessar!

Muita gente já ouviu falar da importância da emoção como parte da decisão do processo de compra (as famosas “compras emocionais” ou por impulso) e como elas podem ajudar a desenvolver o negócio e ampliar as vendas, mas você saberia dizer o quanto elas são importantes? Qual percentual de tudo que você vende tem origem em uma decisão emocional?

A Nielsen, referência mundial em pesquisa e informação de comportamento de consumidor e varejo, realizou uma pesquisa para responder esta questão e o resultado é surpreendente: nada menos que 70% das compras são decididas no ponto de venda, o que indica que são compras não planejadas e, portanto, ligadas a uma decisão muito mais emocional do que racional.

Esta informação indica para o dono de minimercado um caminho importante: o da variedade de produtos. Uma vez que uma parte tão importante das compras é decidida no local, a existência de variedade é indispensável para estimular compras por parte do consumidor que tende a responder bem a este tipo de estímulo. Confira também estas dicas para planejar seu mix e faturar mais:

  • Organize os produtos: mais variedade tende a gerar mais vendas, mas depende da facilidade do cliente de encontrar os produtos certos. Agrupe produtos relevantes próximos uns aos outros (produtos de higiene pessoal próximos a produtos de cosméticos, por exemplo), e deixe os produtos principais afastados de modo a estimular a circulação para maximizar o efeito da variedade;
  • Facilite a circulação: já que circulação é importante, não esqueça de criar um ambiente que facilite o deslocamento do cliente. Lugares apertados geram desconforto e estimulam a uma saída rápida do lugar, o que prejudica a venda emocional;
  • Não exagere: variedade é muito bom, mas nunca em excesso. Ofereça aquilo que faz sentido para o público e tem bom potencial de venda para não correr o risco de ficar com produto parado em prateleira nem ocupar o estoque desnecessariamente e arriscar perder produtos por vencimento;
  • Conheça o público: nada melhor do que perguntar para o público o que ele deseja para criar um bom mix. Pesquise, dialogue e interaja com o consumidor para obter as informações certas para formar seu mix.

Complemente estas dicas com um bom atendimento e uma arquitetura de interiores bem planejada para obter o melhor impacto possível no cliente gerando uma grande experiência de compra e, com isso, estimulando as vendas emocionais.

Deixe um comentário